Publicado por Ana Farias em 01.jul.2017

#VideoImpar Acreditar faz a diferença

Essas histórias de refugiados sempre terão um espaço espaço especial no meu coração, por toda a esperança que eles mostram ser capaz de existir não importa as circunstâncias.

Ali Kassem, de 16 anos, deixou Alepo em 2011 logo depois de um bombardeio matar seu irmão durante uma ida à padaria. Após chegar ao Líbano, o jovem e a família foram morar em Jiyeh, cidade costeira que fica a 28 quilômetros de Beirute – o novo reduto da comunidade surfista libanesa. Nas águas do Mediterrâneo, Ali desliza pelas ondas para esquecer o sofrimento e sonhar com um futuro melhor.

 


http://bit.ly/surf-refug

DEIXE SEU COMENTÁRIO