Ser parte e ajudar #BeYourselfSpecial

Quando começamos esse especial não sabíamos que encontraríamos tanto apoio. Menos que pessoas compartilhariam suas histórias, ou mesmo abririam seus corações para algo tão pessoal. Eis que aconteceu, eis que aqui estamos. É importante declarar que não mudamos nada, nenhuma palavra do que foi recebido.

“A maioria nem percebe quando a pessoa tem seus distúrbios alimentares, principalmente se for bulimia, a pessoa consegue esconder muito bem dos amigos e dos familiares, o emagrecimento dos bulímicos é aos poucos, passa despercebido aos desatenciosos. Não sei identificar um bulímico, só soube que uma amiga minha era quando ela me contou, então…

Agora anorexia é mais pesado, é perceptível porque a pessoa deixa de comer, se distancia de tudo que é comida e coisas do genero não sei bem como é o começo. O caso de anorexia que eu conheço está no estágio avançado e quando está avançado a pessoa fica debilitada, sem gordura no organismo, nutrientes e forças vitais fracas. Obviamente passa um bom tempo no hospital e pode se recuperar, mas seu psicológico jamais será o mesmo. Essa garota que eu conheço, sempre quando come ela caminha e fica repetindo o tempo todo “comi demais, eu vou ficar gorda, não posso” sendo que ela está com a saúde boa e o peso ótimo. Mas na sua mente tudo faz mal para ela, recentemente essa garota se internou no hospital por causa da doença novamente, ela parou de comer de novo, ela se recuperou, mas se nega sair do hospital, inventa dores e doenças. Inventa não, para ela, ela tem essas doenças, então disturbios alimentares vão mais do que o corpo, mexem muito com o psicológico da pessoa.

Bulimia ainda pode trazer câncer de garganta, pois provocar o vômito trás o ácido do estômago e corrói todo o esôfago, destruindo o estômago aos poucos também.”

P, 17 anos – @maslowwg

Ana Farias postou isto no dia 14 de abril de 2015.


Comentários
Design e programação: Isabella Sivic & Danielle Cabral