Quatro patas: Adote uma solução

Essa coluna tem o intuito de aumentar a chance dos nossos amiguinhos de quatro patinhas a ganharem um lar. Se isso não é possível para você, no momento, listamos ao final do post, algumas soluções para que vocês nos ajude com essa causa.


“@
focinhoabandonado: #focinhodivulga Campinas e região. “Campinas: Se não puder adotar, COMPARTILHE 🙏🏻 ******Cerejinha para adoção responsável
Oi turma, meu nome é Cereja, sou uma menina com 4 meses de vida, sou castrada e vacinada, procuro uma família RESPONSÁVEL para me amar para sempre.

Sou medrosinha ainda, mas ronrono mtooooooo qdo me pegam, e tudo que eu mais quero é uma casinha segura (sem nenhum acesso à rua) e uma família muuuuito amorosa ❤. Caso tenha interesse em miaudotar, chama minha tia Annita pelo whatsapp (19) 98810-9474.”

  • Como podemos ajudar:
    Lar temporário: O animal adotado não fica para sempre com a pessoa que o recolheu, apenas fica tempo suficiente para que se ache um lar fixo.
    Doação: Além de ração, esses projetos também precisam de doação de medicamentos.
    Dinheiro:
    As pessoas que se envolvem nesses projetos, geralmente, usam o próprio dinheiro para arcar com as despesas. Alguns pets  resgatados vem totalmente maltratados, desnutridos e com urgência de atendimento na veterinária. O valor gasto é divulgado e as pessoas podem ajudar com QUALQUER valor.
    Castração: É um método fundamental para se evitar situações como essa, onde o animal fica abandonado nas ruas e cada vez mais nascem outros filhotes. Existem locais onde a castração é feita gratuitamente, se o seu pet não é castrado, informe-se e leve seu bichano.
    Voluntário: Toda forma de ajuda é válida, e a doação de tempo para ajudar a resgatar e cuidar desses animais é sempre bem vinda.  Informe-se sobre a ONG mais perto da sua região e seja um voluntario.
    Divulgação: Quando não temos muito o que fazer, um dos nossos últimos recurso (e não menos eficaz) é compartilhar e marca os amigos nas publicações, para que mais pessoas vejam a situação desses animais e por fim, alguém com condições, possa fazer algo mais por eles.
    Doação de serviço: É muito comum as pessoas não confiarem em doar dinheiro, então, como sugestão indicamos vocês a fazerem uma doação de serviço, indique um veterinário ou loja de ração de sua confiança e pague a despeja.
    Adoção: Por que comprar um animal se você pode ter um de graça? O amor é o mesmo. Abrace a causa do #NãoCompreAdote e quando estiver com vontade de ter um animalzinho, procure uma dessas ONGs para adotar. Existem milhares de bichinhos esperando para ter uma família.” – via adotarechic

Alguns desses projetos nas redes sociais: Associação Quatro Patinhas – Amigos de São Francisco  – Adote Pets – Adotar é Chic – Projeto SalvaAdote Um Gatinho

Michele Lima postou isto no dia 12 de julho de 2017.


Comentários
Design e programação: Isabella Sivic & Danielle Cabral