end alz site

Hoje nós deixamos perguntas, comuns, e buscamos respostas. Assim, nós podemos esclarecer dúvidas de outras pessoas, se um dia formos questionados sobre a doença. E ainda, podemos ajudar os que passam por esses momentos na família. Lembrem-se, compartilhem essa informação. Ela pode ser útil para alguém, e você pode não imaginar o quanto.

  • A Doença de Alzheimer (DA) é considerada demência?

Sim. Há vários tipos de demência e a DA é uma delas. A DA é caracterizada por perdas progressivas de funções cognitivas. Com a evolução da doença, a interferência no cotidiano é crescente, resultando em perda de autonomia e de independência.

  • Demência é a mesma coisa que loucura?

Não. Em geral, a palavra loucura é aplicada para doenças psiquiátricas, como a esquizofrenia e a psicose. A demência é um quadro neurológico que envolve a perda de neurônios e, consequentemente, das funções a eles associadas. São doenças diferentes, entretanto, na fase mais avançada da Doença de Alzheimer é possível o aparecimento de sintomas como delírios e alucinações, que também são encontrados em pacientes psiquiátricos. Em ambos os casos, é necessário o auxílio de um médico para o uso adequado de medicação, a fim de amenizar tais sintomas.

  • Existem diversas formas de Doença de Alzheimer?

Existem várias formas de demência e a DA é a mais frequente. Nem todos os pacientes apresentam os mesmos sintomas da mesma maneira. O mais comum é iniciar com problemas de memória e de atenção. No entanto, outras maneiras podem aparecer com o início de sintomas em que o paciente apresenta alterações de comportamento. Por isso, é importante buscar auxílio profissional na suspeita ou na identificação de sintomas.

  • O primeiro sintoma da Doença de Alzheimer é sempre a perda da memória?

É comum que a perda de memória seja o primeiro sintoma a ser percebido, mas não necessariamente é o primitivo que se manifesta. Outros sintomas podem aparecer logo no início da doença como a instabilidade emocional, mudanças comportamentais, dificuldades de concentração ou motoras, e dificuldade de tomar decisões e de realizar tarefas que eram facilmente executadas anteriormente. Esses sintomas podem ser confundidos com estresse ou fadiga, o que pode dificultar sua identificação. Ao perceber mudanças e perdas, é importante que o paciente passe por uma avaliação médica com um clínico geral ou que procure especialistas em neurologia, geriatria e psiquiatria.

  • Quais são os principais sintomas de DA?

Sintomas cognitivos: perda de memória,  dificuldade de atenção, problemas de linguagem, dificuldade na orientação temporal e espacial, dificuldade nas funções motoras, dificuldade nas funções executivas, dificuldade nas funções visuoespaciais, visuoperceptivas e construtivas.

Sintomas comportamentais: apatia, depressão, distúrbios do sono, ansiedade, desinibição, alteração de apetite, irritabilidade/agitação/agressividade, delírios e alucinações.

Fonte – ABRAZ

Ana Farias postou isto no dia 10 de outubro de 2014.


Comentários
Design e programação: Isabella Sivic & Danielle Cabral