natureza-2

O que chamou a nossa atenção para esse tema? Não saber o que significa. Isso mesmo, hoje aprendemos algo novo, todos os Selenators, e todos que passarem por aqui. E nós simplesmente amamos quando isso acontece!

Respondendo a pergunta, o que é freeganismo?

É um estilo de vida focado em diminuir a participação na economia capitalista e minimizar o impacto causado no meio ambiente. O termo é a fusão de “free” (que tem a ver com liberdade ou ausência de custos em inglês) e “veganism” (prática de não consumir produtos de origem animal), ampliando a resistência ao consumo para além da alimentação.

O movimento, descentralizado e baseado mais em práticas individuais do que institucionais, não tem lugar de origem bem definido. O que se sabe é que ganhou força nos anos 90, a partir de iniciativas anti-globalização. Assim, na definição de práticas individuais podemos nos encaixar, afinal nosso trabalho acontece em com um número relativamente pequeno e em diversas partes do nosso país. Uma prova de que poucos juntos podem SIM fazer a diferença. Atualmente, os EUA se destacam como polo difusor da prática e pelo número de ações freegan.

SOCIEDADE ALTERNATIVA

– Abuso do reuso
O dumpster diving (mergulho em lixeiras) serve para buscar alimentos descartados ainda apropriados para consumo. Rola em maior escala nos EUA e em alguns países europeus em que há lixeiras grandes. No Brasil e no resto do mundo, a forma mais comum de recuperar alimentos é frequentando feiras de rua perto da hora de fechar

– Desperdício zero
Para diminuir o descarte de alimentos e produtos, otimizando o consumo, os freegans apostam em várias iniciativas. Mercados físicos e virtuais para troca de itens, incentivo à construção de jardins e hortas comunitárias e redes de distribuição de produtos de segunda mão são apenas algumas delas

– Ocupação urbana
Os freegans acreditam que a moradia não é um privilégio, mas um direito. Assim, incentivam a ocupação de imóveis abandonados e desocupados. Como contrapartida, geralmente convertem esses espaços em centros comunitários com atividades educativas e artísticas

– Veganismo
Os veganos eliminam o consumo de carne e derivados de animais não só de sua dieta, mas de sua vida. Isso inclui roupas, produtos de limpeza e de higiene pessoal, cosméticos testados em animais etc. Alguns também se engajam em jardinagem de guerrilha (em espaços abandonados) e cultivo de hortas comunitárias

FONTE – Planeta Sustentável

Ana Farias postou isto no dia 06 de novembro de 2014.


Comentários
Design e programação: Isabella Sivic & Danielle Cabral