Publicado por Michele Lima em 15.mar.2019

Meu corpo

Falar de beleza em rede social parece ser redundante, não é? Afinal, aqui nesse mundo virtual tudo parece estar sempre bonito, porque não perfeito, e o sol sempre brilhando. A terra onde é sempre verão, como dizem por aí. Mas a gente sabe que não é bem assim e que no fim todo mundo tem suas inseguranças e desafios pessoais a serem enfrentados. #ficaadica

E para fazer justo ao assunto,  usaremos esse trecho de ”Who Says” de Selena Gomez “Eu não sou uma rainha da beleza, sou apenas bonita do meu jeito”. Dentre milhares de interpretação que podemos tirar dessa música, vamos pensar hoje na autoaceitação. Já conheceu uma pessoa (ou você foi/é) que está preocupada com a aparência a maior parte do tempo, e não por si mesmo, mas com a preocupação de agradar o outro? No geral, essa pessoa que tenta buscar a aprovação no outro está sujeito sempre a grandes frustrações. É difícil atender as expectativas do outro, ainda mais se elas não condizem com as suas. Até onde vale agradar alguém e desagradar a si mesmo? Desconstruir esse padrão de beleza é o primeiro passo pra autoaceitação. Seria possível todas as pessoas gostarem da mesma coisa? Qual seria a graça se todos gostassem apenas de amarelo? Perderíamos ou ignoraríamos o colorido da vida. 

Mas apesar de termos essa convicção de que alguém sempre vai gostar da gente, da maneira que somos, tentaremos agora transformar esse alguém em nós. Seja a primeira pessoa que você busca agradar. Seus defeitos e suas qualidades são o que fazem você ser único(a). 

E com essa reflexão, vale um vídeo com dicas pra trabalhar o amor próprio, né? Então dá um clique nesse vídeo chamado “Tour pelo meu corpo” da Thati Machado e reflita com a gente! Esperamos que tenha um bom proveito desse assunto.

https://m.youtube.com/watch?feature=youtu.be&v=YCYjWAVDARg

Sugestões, duvidas ou dicas? Entre em contato através de nossas redes sociais. Queremos ouvir vocês.

DEIXE SEU COMENTÁRIO