Desde que comecei o meu trabalho voluntário na Casa Ronald, optei a conviver com o “diferente”. Não julguem o uso da palavra, mas é a melhor maneira de compartilhar todas as coisas que eu aprendo toda semana com aquelas crianças e adolescentes. Não importa o tipo de câncer, todos se tornam especiais pela maneira com que passam pela doença. Por isso essa história chamou a minha atenção, espero que seja interessante para vocês também:

Crescer com dois companheiros, essa era a vida de Joseph Pleban. Esportes e um calcanhar “machucado” como companheiro constante. Josep tentou a sorte com natação, snowboarding, wakeboarding, futebol e outros esportes por anos, mas seu calcanhar continuou machucado. Depois de um ‘acidente’ em 2008, os médicos descobriram que não era apenas um machucado, Joseph tinha doença que formava uma série de tumores, benignos, no seu calcanhar. O que acabou por ser frustante: os médicos retirariam o tumor, apenas para vê-los crescerem novamente dentro de meses ou anos. Houve radioterapia, precisou desistir dos esportes.

Com os tumores crescidos de novo, Joseph precisou tomar uma difícil decisão: uma cirurgia que poderia “amenizar” a situação por um tempo ou amputar sua perna. Optou por amputá-la e por ter a oportunidade de voltar para os esportes. “Eu poderia ter tido diferentes cirurgias e ter uma porção da minha vida normal, ou ter uma única, acabar com tudo e voltar a ter uma vida ativa”.

Para enfrentar tudo isso, Joseph decidiu criar um “DIÁRIO PRÉ AMPUTAÇÃO”, documentando todas as suas últimas aventuras com a sua perna antes que ela fosse embora de vez. Só que uma coisa é se dizer preparado para essa situação, outra é realmente estar preparado para. A maneira leve de encarar toda essa situação fez com que Joseph fizesse até uma tatuagem perto do seu calcanhar, com a frase “por favor, corte aqui”. Antes da cirurgia ele mostrou para o seu cirurgião que realmente apreciou o fato de pela primeira vez alguém dizer a ele o que fazer. Em Junho a cirurgia finalmente aconteceu.

before-1

 “Antes da cirurgia, de verdade, eu fiquei um pouco aflito. Só que era uma decisão sem volta. Assim que eu acordei, e olhei para baixo eu vi que tinha escolhido a decisão certa.”

Fonte – People Mag

Ana Farias postou isto no dia 01 de agosto de 2014.


Comentários
Design e programação: Isabella Sivic & Danielle Cabral