banneraninha

O nosso título do post semanal de hoje é bem sugestivo e algumas pessoas ainda podem levá-lo para o lado profissional – assim como eu o fiz ao ler. Porém não. Se começarmos desde bem cedo a pensar da maneira que esse post irá mostrar ao decorrer dele, iremos ter sucesso na maioria das coisas que quisermos fazer; afinal, tudo o que quisermos fazer pode dar certo, isso só depende de nós mesmos.

Escrito pela brasileira Juliana Garcia, o Inspire-se de hoje mostra todos os hábitos que todos nós temos – ou tendenciamos a ter – e que precisamos larga-los para o nosso próprio bem. Seja for em um ambiente escolar, na faculdade, trabalho e até mesmo em casa, muitos desses mau hábitos são um grande empecilho que nós tentamos desvencilhar diversas vezes mas por simples preguiça os deixamos de lado e acabamos vivendo em uma mesmice. E sabemos que no mundo de hoje se quisermos nos destacar não podemos cair na mesmice do dia a dia. Confira os 7 hábitos que precisamos abandonar caso queiramos ter sucesso em qualquer coisa que almejamos:

1. Procrastinação
Enrolar, deixar pra depois, amanhã eu faço… Se você quer ver seu negócio dar frutos, vai ter que cortar essa erva daninha pela raiz. Em primeiro lugar, é bom entender que por trás da procrastinação muitas vezes está o perfeccionismo. A exigência da perfeição pode estar fazendo você querer dourar demais a pílula, enrolar para lançar seus projetos. Drible isso com muito pé no chão e ação. Já!

2. O medo do julgamento ou “o que os outros vão pensar?”
Essa preocupação bloqueia sua criatividade, mina sua autoconfiança e ainda dá força para a procrastinação. Claro, você não pode esperar lançar um produto e achar que não importa o que seus clientes pensam. A questão é: pra saber o que seu cliente pensa, não dá para ficar criando hipóteses e mais hipóteses na sua cabeça, precisa agir, perguntar, interagir, colocar sua ideia no mundo.

3. A necessidade de estar sempre certo
Filho do medo do julgamento, o medo de errar também paralisa. Porém o mais curioso nisso é que esse medo nos cega para o seguinte fato: se não estivermos em nosso verdadeiro caminho, as coisas já estão erradas. É ou não é?

Então, viva, se lance, se tropeçar, levante, caminhe, lance sementes, faça acontecer.

4. Os papos negativos
Se você quer crescer, precisa se cercar de pessoas, climas e ideias que promovam crescimento. Começando por suas conversas internas e se expandindo para o cotidiano. Não alimente papos que diminuam os seus sonhos, que acabem com sua esperança, que coloquem em dúvida o seu potencial.

5. Críticas e reclamações
O clima da reclamação e da crítica alimenta os papos ruins, climas sabotadores e crenças negativas. Experimente: 21 dias sem reclamar ou criticar nadinha! Se criticar ou reclamar, volte a contagem. Supere esse vício, já!

6. Resistência à mudança
Vivemos na tendência à inércia, a se manter no mesmo lugar, no que já é conhecido. Ressignifique isso! Mudar é bom. Mudar é positivo. Mudar faz a gente crescer e conhecer novos ares. Abrace a mudança!

7. As velhas desculpas
Elas não servem mais para você, não condizem com a nova vida que você quer levar. E o principal: você não precisa delas para se proteger. A partir de agora você tem outros escudos mais eficazes: seu trabalho, seus sonhos, sua vontade, sua energia positiva, sua criatividade. Você tem boas companhias para seguir crescendo, abandone o medo e siga em frente.

Créditos ideia para texto: Hypeness
Créditos Texto: Juliana Garcia

Michele Lima postou isto no dia 21 de março de 2014.


Comentários
Design e programação: Isabella Sivic & Danielle Cabral