ferias
A dor de uma perda pode trazer sorrisos. Estranho escrever isso, assim de forma tão direta, mas é assim que começa a nossa história hoje. Nosso personagem, o executivo Rudi Fischer que largou uma bem-sucedida carreira no Banco Itaú para trabalhar em casa e ficar mais próximo da primeira filha, Anna Laura, então com três anos de idade. Um mês depois, no entanto, a menina morreu tragicamente em um acidente de carro.

Durante uma viagem a Israel, quando Fischer fez uma espécie de imersão nos preceitos do judaísmo. A dor trouxe surpresas… “Aprendi que deveria realizar algo positivo em nome dela para ajudar a elevar sua alma”, lembra. Faltava o formato para implementar o plano, que foi encontrado em Jaffa, a 50 quilômetros de Jerusalém, quando ele conheceu um escorregador adaptado para crianças com deficiência (possuía uma rampa em vez de escada).

Um simples brinquedo mudou sua forma de ver a vida, suas perdas e trouxe novos pensamentos. Nascia ali a ideia de construir o primeiro parquinho infantil acessível da cidade de São Paulo, que foi inaugurado em uma unidade da Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD), no Parque da Mooca, na Zona Leste.

Batizada de Anna Laura Parques para Todos, como uma simples homenagem, a iniciativa conta com a colaboração da própria AACD, que disponibilizou terapeutas para ajudar a projetar os brinquedos, ao lado de engenheiros e arquitetos voluntários. Ao todo são quinze peças no local, como balanços para crianças com dificuldades motoras e equipamentos com recursos para o uso por cadeirantes.

Não é complicado, concordam? Não estamos pedindo parques especiais na mesma proporção que os normais, mas não podia começar a existir parques mistos? Assim todas as crianças poderiam brincar juntas, trocar experiências. “É emocionante poder ajudar o próximo por meio de uma homenagem à minha filha”, diz. Ele ainda pretende lançar um livro com a história da menina nos próximos meses e fundar uma ONG de auxílio a pais em luto.

Fonte – Planeta Sustentável

Ana Farias postou isto no dia 20 de março de 2014.


Comentários
Design e programação: Isabella Sivic & Danielle Cabral