Cumprindo a nossa rotina de toda segunda-feira, confira logo abaixo mais uma experiência compartilhada na nossa coluna semanal:

Estrutura

Se você passar pela frente do Lar da Criança você nunca iria falar/perceber que ali é um orfanato. Sua estrutura é de uma casa virada toda parada e dá a impressão de que ela não tem fundo, mas você nunca iria poder imaginar o quão grande ela é. Pior ainda seria se descobrisse que ali moram 23 crianças.
Detalhando, a casa principal (sim, principal) tem seis quartos, o berçário, um banheiro divido com um espaço com dois chuveiros e três espaços para fazer necessidades e três pias, a cozinha, que é enorme, a sala para visitas de possíveis pais adotivos, a escolinha para as crianças (sim, tem o espaço para a escola deles lá dentro), o banheiro das voluntárias que trabalham lá, a sala de tv, a gigante área de lazer com a mesa onde eles fazem as refeições, e ao fundo, a área externa com uma ampla área da lavanderia e uma outra pequena “cozinha”. Fora a outra área de lazer, que fica na frente da grama, onde tem uma grama sintética alguns brinquedos como bicicletas, velotróis, brinquedos de plásticos e outros. As crianças geralmente usam esse espaço no intervalo da escola e essa área é descoberta, por elas também precisam toma rum pouco de sol.
Os quartos são de médios a grandes e são divididos entre meninas e meninos. Em todos os quartos dos meninos, totalizando três, temos três camas e um guarda roupa, em um quarto dormem três irmãs, cada uma com a sua cama, em outro quarto temos quatro camas para as meninas menores e a mais velha de todas as órfãs que moram ali, Raquel, tem um quarto só pra ela.
Na área importante do orfanato, temos várias salas, onde a diretora trabalha, temos a sala da assistente social, uma pequena enfermaria e uma pequena sala para visitantes à espera da diretora.
E, o mais surpreendente que eu descobri depois de meses indo lá, foi uma área, que nem eu imaginei que poderia existir ali dentro, onde nada mais nada menos tem uma quadra de esportes. Sim, quadra de esportes, que ninguém usa e está cheia de brinquedos quebrados, móveis velhos e coisas para se jogar fora. E ao lado da quadra, tem outra imensa área sem piso, onde tem um mato médio e que apenas os voluntários que trabalham lá entram ali geralmente eles secam as roupas.
O orfanato também ganhou recentemente, uma sala para computadores dado pela Criança Esperança, que esse ano se afiliou com o Lar da Criança e fez essa grande doação. Os computadores no momento não nem lugar para ficar, por isso eles ficam todos nos armários dentro da pequena sala de escola deles.
Como deu pra perceber, espaço é o que não falta no orfanato para as crianças de desenvolverem e serem felizes da melhor maneira possível, mas por falta de verba, nem todos esses lugares podem ser devidamente usados.

.

Michele Lima postou isto no dia 13 de janeiro de 2014.


Comentários
Design e programação: Isabella Sivic & Danielle Cabral