Publicado por Ana Farias em 18.jun.2017

Como aprender a lidar com o Racismo

Já deixamos bem claro… em letras destacadas que NÃO DEVERÍAMOS TER QUE APRENDER A LIDAR COM RACISMO, PORQUE ELE SIMPLESMENTE NÃO DEVERIA NEM EXISTIR, mas como a nossa sociedade ainda tem muito, mas muitooooo que aprender achamos mais que obrigação trazer isso para debate!

Querendo ou não precisamos entender pequenos pontos. A vida de uma criança/adolescente adotado tem barreiras, se ele for negro essas barreiras são maiores, mas se ele for negro e for adotado por pais brancos essas barreiras são ainda maiores. Não importa como é o ambiente familiar, a realidade da sociedade é diferente, porque vivemos em uma sociedade que pode não admitir ser racista, mas ela é sim.

Ai levamos para o ponto que poucos sabem, pais brancos que adotam crianças negras geralmente têm pais e/ou avós brancos, mas passam a ter uma descendência negra. Como assim? Porque precisam entender uma realidade até então desconhecida e aprender a lidar com o preconceito racial que a sua família irá sofrer em algum momento.

Uma postagem do Huffpost trouxe para discussão esse assunto e ainda trouxe infográficos (vocês sabem que amamos isso). Vale ler e tentar entender, que o problema é muito além do que a gente possa imaginar muita das vezes.

“Uma pessoa que toma a decisão de adotar uma criança de uma raça diferente da sua tem grande probabilidade de enfrentar preconceitos no Brasil”, afirma a assistente social Silvana Rufino no estudo “Uma realidade fragmentada: a adoção inter-racial e os desafios da formação de uma família multiracial”. Segundo ela, a sociedade ainda se encontra despreparada para viver a situação da adoção inter-racial, uma vez que a filiação adotiva ainda é vista com restrições.* 

*Fonte

DEIXE SEU COMENTÁRIO