siria-doe
Já postamos sobre a situação da Síria aqui algumas vezes, olhando nossas pesquisas anteriores vimos que no ano passado já havíamos postado sobre essa mesma situação de guerra que as crianças enfrentavam. Bom, um ano se passou e não parece que muitas coisas melhoraram ao nosso ver; as crianças seguem sem poder ser crianças, famílias seguem refugiadas em regiões mais próximas ou até em outros países. Com o único objetivo de conseguir sobreviver e tentar voltar a ter uma rotina de vida tranquila.

Já sabemos que o UNICEF está trabalhando para que a situação da população não envolvida nas guerras fique o mais próximo possível de uma realidade, mas esse trabalho não acontece sozinho. Não porque não são capazes, mas porque o tamanho de toda essa querra já está além da normaliade. Não sei se vocês lembram, mas já falamos aqui que o mundo se torna mais solidário para ‘desastres’ que acontecem sem esperar, como desastres naturais, por exemplo, do que para situações que já existem há anos. Porque nós humanos somos muitas vezes movidos por impulso, quando uma situação passa a existir por meses e anos entramos sem querer em inércia, ou seja, paramos aos poucos de agir.

Só que nós não podemos e não devemos entrar no campo da inércia… porque se isso acontece essa guerra nunca chegará ao fim e essas crianças estão contando com a gente para que mudanças aconteçam. O site do UNICEF BRASIL dedicou uma página para arrecadar doações para as crianças da Síria, ou seja, ficou mais fácil fazer a diferença! Não existe valor mínimo para doação, doe a quantia que puder… as doações podem ser única ou mensal, faça o que puder e como puder, mas TENTE AJUDAR! O UNICEF ainda separou determinados valores que podem exemplificar o que pode ser feito com as doações:

R$30,00 – Garantem a compra de um cobertor e 150 sachês de micronutrientes para ajudar crianças a sobreviver ao inverno.

R$60,00 – Garantem a compra de três kits de educação para crianças com materiais escolares.

R$100,00 – Garantem imunização contra o sarampo para 72 crianças.

DOE AQUI

.

Ana Farias postou isto no dia 24 de setembro de 2013.


Comentários
Design e programação: Isabella Sivic & Danielle Cabral